DICIONÁRIOS

(RIBEIRO, Jorge Ponciano. Vade-mécum de Gestalt-terapia: conceitos básicos. Ed. Summus, 2006)
Sinopse: A abordagem gestáltica é, por definição e por natureza, um rico, criativo e harmonioso encontro de várias teorias. Não tendo uma teoria formal de personalidade mas, ao mesmo tempo, nascendo de um conjunto de teorias, a Gestalt-terapia traz no seu bojo uma complexa rede conceitual. Se, de um lado, essa complexidade abre um enorme e fluido campo de trabalho, de outro, nem sempre oferece parâmetros que facilitem a ação terapêutica. Ao aprofundar um conjunto de conceitos que nascem de suas diversas teorias, “Vade-mécum de Gestalt-terapia” faz a ponte entre essas duas situações, mostrando metodologicamente como unir teoria e prática. Ao aproximar a questão epistemológica, da questão da descrição fenomenológica dos processos clínicos, a obra oferece ao profissional de Gestalt a oportunidade de entender melhor sua área de atuação.

(D’ACRI, Gladys, LIMA, Patrícia (Ticha) e ORGLER, Sheila. Dicionário de Gestalt-terapia – Gestaltês. Ed. Summus, 2007)
Sinopse: Nesta obra de referência, autores de várias tendências e com diversos olhares apresentam os principais conceitos da Gestalt-terapia, mantendo-se fiéis à conceituação dos fundadores dessa abordagem e oferecendo ao leitor informações relativas à evolução de cada termo na contemporaneidade. Dessa forma, estudantes e profissionais têm em mãos um vigoroso compêndio e material bibliográfico para embasar teoria e prática.